A jornada empreendedora é conhecida pelas dificuldades, mas quando esse caminho é traçado por uma mulher,  as dificuldades são mais evidentes. Não é atoa que as mulheres sejam minoria no ecossistema de startups: menos de 15% das startups brasileiras tem fundadoras, segundo o Guia de Diversidade para Startups da Associação Brasileira de Startups.

Segundo Ingrid Barth, vice-presidente da Abstartups, o empreendedorismo surge para as mulheres muito mais como uma necessidade do que uma escolha: “Infelizmente ainda é uma prática comum das empresas demitirem após o fim do período de estabilidade da licença maternidade, e muitas mulheres acabam recorrendo ao empreendedorismo como uma alternativa para conciliarem o trabalho com a criação dos filhos”. Ela ainda complementa que, apesar do ecossistema ainda ser predominantemente masculino, já é possível ver mudanças e cita a edição de 2021 do Startup Awards, maior premiação do ecossistema, em que mulheres ganharam sete das 15 categorias.

Em razão do mês das mulheres, a Abstartups separou cinco startups promissoras fundadas por mulheres:

Umanni
A HRtech que cria soluções inovadoras para facilitar o cotidiano dos profissionais de RH, tem como CEO e fundadora a advogada Eliane Aere. Na posição há mais de 10 anos e há mais de 25 anos no mercado de trabalho, ela também se divide entre Presidente do Conselho da ABRH – SP e Diretora da ABRH digital.

Leia Também

Neuralmind
A Neuralmind é especialista em gestão de risco com os mais recentes avanços da inteligência artificial. Sua CEO e co-fundadora, Patricia Tavares é Doutora em Filosofia pela UNICAMP, tem MBA pela Universidade da Califórnia e empreende desde 2016. No portfólio de clientes conta com empresas como AMBEV, Bayer, Vale e BTG. foi acelerada em 2020 pelo InovAtiva Brasil, maior programa de aceleração de startups da América Latina.

Ways
A edtech se considerada o primeiro benefício corporativo focado na família do colaborador, permitindo que eles acessem conteúdo educacional. Marina Gontijo, fundadora e atual CEO, é formada em Pedagogia e tem mais de 10 anos de experiência na área de educação. Ela também é co-fundadora do programa Conecta Professor Solidário que tem como objetivo oferecer educação gratuita para aqueles alunos da Rede Pública que têm defasagem no aprendizado.

Plugin
Fundada em 2017 por Melina Yasuda, a Pluginbot é uma startup que entrega soluções de robótica e inteligência artificial a diversos segmentos. A empreendedora e investidora de startups, também é advogada pela Faculdade Presbiteriana Mackenzie e tem MBA pela FGV. Ela decidiu começar no empreendedorismo após 20 anos de experiência no mercado corporativo na área de segurança eletrônica.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários